Evitar os efeitos da Doença Autoimune

Evitar os efeitos da Doença Autoimune

Apesar de milhões de pessoas sofrerem com doenças inflamatórias autoimunes, a medicina tradicional não traz soluções, apenas tratamento sintomático, oferecendo medicamentos (anti-inflamatórios, imunossupressores e analgésicos) quando o problema fica ruim o suficiente, com muitos efeitos colaterais. Apesar de serem gastos trilhões de dólares em condições autoimunes, as pessoas estão mais doentes do que nunca (a estimativa é de 5% a 10% da população). Ter uma genética desfavorável não é uma sentença fechada. Podemos mudar nosso destino através da epigenética – fatores que desligam os genes inconvenientes são uma boa alimentação, evitar o excesso de produtos químicos e administrar o estresse. Se você tem uma doença autoimune, procure comer alimentos frescos, naturais e concentrados em nutrientes. Evite qualquer coisa artificial: adoçante, corante, conservante e alimentos industrializados embalados em plásticos ultracoloridos. O glúten está implicado em muitos processos autoimunes. Doença Celíaca e intolerância à lactose devem ser investigadas para o corte total do glúten e/ou lactose. Gorduras trans devem ser eliminadas. Não fume, não beba e não use drogas.

 

Trecho do instagram: Dra.Tamaramazaracki

Edição: Elisa Soares Fonseca

Colaboração: Elaine S. Valles