Doença Celíaca e cardiopatias pediátrica

Doença Celíaca e cardiopatias pediátrica

Doença Celíaca em pacientes pediátricos com cardiomiopatia dilatada e miocardite por Maria Gama Albuquerque Leão de Menezes, Thaysa; Maria Gama Albuquerque Leão de Menezes, Thaysa; Eugenia Farias Almeida Motta, Maria.

A percepção da Doença Celíaca vem mudando nos últimos anos. É descrita uma forma silenciosa, na qual o diagnóstico é realizado mais tardiamente, pois se apresenta com sintomas gastrointestinais discretos e ainda uma forma que se manifesta através de doenças extraintestinais. Estudos mostram uma associação entre Doença Celíaca e miocardite ou cardiomiopatia dilatada. Mecanismos autoimunes e inflamatórios são descritos, explicando a interação entre o coração e o intestino, através da alteração da permeabilidade intestinal. O objetivo desse estudo foi verificar a prevalência de Doença Celíaca em crianças e adolescentes com miocardite/cardiomiopatia dilatada. A amostra consistiu de 56 crianças acompanhadas no Serviço de Cardiologia do Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira, IMIP, as quais foram submetidas à realização de sorologias antitransglutaminase e antiendomísio. Foi observada uma prevalência de 1,8% (1/56) de Doença Celíaca, confirmada por biópsia, em pacientes com miocardite/cardiomiopatia dilatada. O quadro clínico da Doença Celíaca é silencioso nos pacientes com cardiomiopatia dilatada ou miocardite. A prevalência em torno de 1,8% nos pacientes com miocardite ou cardiomiopatia dilatada enfatiza a importância da pesquisa de Doença Celíaca nesses pacientes para um diagnóstico e tratamento precoce, evitando piora clínica dos pacientes do ponto de vista cardiológico. São necessários mais estudos em crianças para esclarecer a associação.

 

Fonte: http://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/9501